em 12x sem juros

Frete grátis

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Características principais

Idioma
Português
Formato
Físico
Editora
Altamira Editorial

Descrição

Não perca esta chance de obter 2 obras singulares, num combo com frete grátis
:
- Dresden: A Florença Do Elba (26 x 20 x 2cm, 680g, 152 páginas).
O século XVIII se mostrou especialmente rico para o desenvolvimento da arte europeia baseada no interesse pela natureza. “O fenômeno do vedutismo, gênero pictórico que mescla o natural das cores, das figuras humanas e dos animais, da dimensão e das particularidades arquitetônicas e da luz, se enaltece e se dissemina, no decorrer desse período, por toda a mítica e simbólica Veneza”, dizem Manoel Bellotto e Neide Marcondes.

E é justamente nesse contexto que surge o nome de Bernardo Bellotto, pintor nascido em Veneza em uma família que já contava com outro artista – seu tio, Giovani Antonio Canal, il Canaletto, de quem herda a técnica e o apelido. Dos primeiros passos no ateliê do tio, ainda na Itália, Bellotto emerge para uma sólida carreira como vedutista, graças ao convite recebido para exercer seu talento em terras alemãs como artista da corte dos príncipes eleitores Frederico Augusto I e Frederico Augusto II. É na Saxônia, em Dresden, que ele se firma como cronista do cotidiano, registrando suas visões da cidade em telas e gravuras que ainda hoje representam papel fundamental no cenário artístico e histórico mundial.


- Brutalist Connections (Português/Inglês, 15.5 x 1.8 x 23.5 cm, 401g, 32 páginas).
Quem tem medo do Brutalismo? Nas últimas décadas, o Brutalismo deixou de ser tema tabu e mal conhecido e passou a figurar, em debates e publicações. Iniciadas há mais de uma década, as extensas pesquisas de Ruth Verde Zein sobre as “Conexões Brutalistas” dos anos 1950-70 são apresentadas neste livro de maneira sintética e lúdica. Embora considerando as contribuições canônicas, seus estudos desestabilizam estereótipos convencionais e abrem novas possibilidades interpretativas, contribuindo para a revisão e renovação contemporânea dos debates sobre o tema.

Há outras surpresas dentro desse livro compacto. De um lado, um texto inteligente e questionador esclarece sobre o que se trata, quando se fala em Brutalismo; acompanhado por um interessante prefácio de Réjean Légault, professor, historiador e crítico, que ressalta a qualidade e originalidade do livro. De outro lado, incluídos como bônus, meia dúzia de pôsteres apresentam esquemas e diagramas que interpretam, de maneira gráfica e visualmente comunicativa, as propostas e estudos de Ruth Verde Zein.

Os melhores perfumes vêm em pequenos frascos: com uma apresentação ousada e inovadora, este livro lança um olhar refrescante sobre o Brutalismo, apto a atender as expectativas de professores, estudiosos, estudantes e entusiastas da arquitetura moderna.

CAIXA ESPECIAL E IMPRESSÃO EM SERIGRAFIA
PAPEL: PÓLEN SOFT® 90 G/M² NO MIOLO, COLOR PLUS MILANO® 120 G/M² PARA OS PÔSTERES E WCRAFT® 250 G/M² PARA A CAPA E PASTA.
6 CARTAZES